Do site do TRT/RJ: Considerando a necessidade de adoção de medidas visando a evitar o perecimento de direitos e possíveis prejuízos irreparáveis, a Administração do Regional decidiu estender a outros escritórios de advocacia a prorrogação dos prazos processuais, em função da tragédia ocorrida no centro da cidade do Rio de Janeiro, no dia 25 de janeiro, envolvendo o desabamento de três prédios e que provocou a interdição de ruas.
O Ato nº 9/2012 prorroga os prazos processuais por 30 dias, a contar do dia 26 de janeiro, para os advogados constituídos nos autos que comprovadamente possuam escritórios na Avenida Treze de Maio nº 44 e Rua Manoel de Carvalho, nº 16, Centro.
E prorroga, também a contar de 26 de janeiro, os prazos processuais para 48 (quarenta e oito horas) após o término da interdição da área, que será anunciada pelos órgãos competentes, para os advogados que comprovadamente possuam escritórios localizados nas Avenidas Treze de Maio, Chile e Almirante Barroso.
Consequentemente, ficam revogados os Atos nº 7/2012 e 8/2012, ambos de 26/1, que dispunham sobre a prorrogação dos prazos nos feitos em que atuassem os procuradores nomeados nos referidos Atos.