A história ocorrida nesse sábado (30) em um condomínio de luxo em São Paulo demonstra como algumas pessoas da dita elite brasileira desrespeitam as leis e os agentes públicos, comumente.

No caso, a PM foi acionada por uma mulher por estaria sofrendo violência doméstica do marido. O marido, por sua vez, desacata e humilha os PMs, como mostra o vídeo que viralizou nas redes sociais.

Uma segunda viatura foi enviada e o homem foi preso e autuado, mas liberado após assinar um termo circunstanciado, segundo o jornal Folha de SP.

Na qualidade de presidente do Sindicato dos Advogados-RJ (SAERJ) e presidente da Comissão de Direitos Humanos e Assistência Judiciária da OAB-RJ, considero ser inaceitável a possível agressão à mulher e o desrespeito às autoridades policiais.

Ser uma pessoa rica não dá direito a ninguém em nosso País de agir acima da lei.

Com isso, esperamos que as autoridades competentes de São Paulo investiguem devidamente a situação.

Álvaro Quintão – presidente do SAERJ e da Comissão de Direitos Humanos e Assistência Judiciária da OAB-RJ