Do site do jornal Valor Econômico: O Brasil é o 14º país, de uma lista de 61, que oferece mais dias de férias a seus trabalhadores. Pesquisa realizada pela consultoria Mercer mostra que aqui, como todos sabemos, temos 30 dias corridos de descanso remunerado a cada ano de trabalho, mas apenas 22 deles são dias úteis. No ranking, que leva em conta o número de dias úteis dedicados às férias estabelecido por lei, aparecem à frente do Brasil o Reino Unido, que ficou com o topo da lista ao conceder 28 dias úteis de folga aos profissionais por ano de trabalho, Polônia, 26 dias, Áustria, Bolívia, Dinamarca, Finlândia, França, Grécia, Luxemburo e Suécia, 25 dias, Malta e Venezuela, 24, e Hungria, 23.
Empatam com o Brasil, concedendo aos trabalhadores o mesmo tempo de férias, Peru, Portugal, Espanha e Emirados Árabes Unidos.
No pé da lista estão os Estados Unidos. Segundo o levantamento da Mercer, não há uma lei federal que obrigue os empregadores a conceder férias remuneradas a seus funcionários. Na prática, no entanto, há, sim, descanso pago. As políticas adotadas pelas companhias variam muito. De forma geral, a maioria oferece três semanas de folga após cinco anos de serviços prestados.
Os países da região Ásia-Pacífico são os que oferecem menos dias de férias, de uma forma geral. Segundo o ranking da Mercer, aparecem na parte de baixo da lista Filipinas, com 5 dias de férias remuneradas, Tailândia, 6 dias, China, 10, Indonésia e Índia, 12, Vietnã, Cingapura, Paquistão e Hong Kong, 14, e Taiwan, 15. O país da região mais bem posicionado no ranking é o Japão, que concede 20 dias de férias a seus trabalhadores com mais de 10 anos de serviços prestados. Profissionais com menos tempo de mercado tiram até cinco dias por ano para descansar.
Se somados os feriados, os profissionais da Áustria e de Malta são os que passam mais dias no ano sem trabalhar. Na Áustria, os trabalhadores têm direito a 38 dias de descanso anualmente, sendo 25 de férias e mais 13 feriados. Em Malta, são 24 dias de férias e 14 feriados. Na soma de todas as folgas, filipinos e canadenses são os que alcançam menos dias de descanso remunerado – 20 e 19 dias, respectivamente.
No Brasil, a Mercer contabilizou 11 feriados nacionais, o que dá ao brasileiro a possibilidade de folgar 33 dias úteis por ano. Mas, na prática, se um feriado cai durante as férias, ele é contabilizado como parte dela.

Direito a férias

Fonte: Mercer
País Número de dias úteis de férias por ano obrigatório por lei Número de feriados Total de dias úteis de folga por ano
Reino Unido 28 8 36
Polônia 26 11 37
Áustria 25 13 38
Bolívia 25 12 37
Dinamarca 25 9 34
Finlândia 25 10 35
França 25 11 36
Grécia 25 12 37
Luxemburgo 25 10 35
Suécia 25 11 36
Malta 24 14 38
Venezuela 24 12 36
Hungria 23 10 33
Brasil 22 11 33
Peru 22 12 34
Portugal 22 13 35
Espanha 22 14 36
Emirados Árabes Unidos 22 9 31
Noruega 21 10 31
Argentina 20 12 32
Bélgica 20 10 30
Croácia 20 13 33
Chipre 20 15 35
República Tcheca 20 12 32
Alemanha 20 9 29
Irlanda 20 9 29
Itália 20 11 31
Japão 20 15 35
República da Látvia 20 12 32
Lituânia 20 13 33
Holanda 20 8 28
Nova Zelândia 20 11 31
Romênia 20 8 28
Rússia 20 12 32
Sérvia 20 8 28
Eslováquia 20 15 35
Eslovênia 20 13 33
Suíça 20 9 29
Coreia do Sul 19 15 34
Marrocos 18 14 32
Ucrânia 18 9 27
Turquia 17 13 30
Malásia 16 16 32
México 16 7 23
Chile 15 14 29
Colômbia 15 18 33
Equador 15 9 24
Líbano 15 16 31
África do Sul 15 12 27
Taiwan 15 13 28
Hong Kong 14 12 26
Paquistão 14 11 25
Cingapura 14 11 25
Vietnã 14 9 23
Índia 12 16 28
Indonésia 12 14 26
Canadá 10 9 19
China 11 11 21
Tailândia 6 16 22
Filipinas 5 15 20
Estados Unidos Não há lei federal que obrique empregadores a conceder férias 10 25 (incluindo a média de férias praticada pelas empresas, de 15 dias úteis)